Covid-19 pode ser detectado por testes em condomínio

Ainda existe uma preocupação em relação a evolução da pandemia do novo coronavírus no Brasil.

Apesar de algumas medidas terem sido tomadas pelos governantes municipais e estaduais, o medo e a insegurança ainda assolam a população, principalmente no que se refere a flexibilização e a manutenção do isolamento social.

Diante de tudo isso, muitos fatores interferem diretamente no cotidiano das pessoas, e para quem mora ou trabalha em um condomínio, acaba aumentando ainda mais a responsabilidade do síndico em relação ao cuidado com a segurança do condomínio a e principalmente com a saúde dos condôminos.

Para auxiliar no combate da Covid-19, alguns serviços especializados estão sendo criados, com intuito de promoverem uma higienização mais profunda, e até mesmo equipamentos que conseguem detectar se o novo coronavírus está presente no ambiente.

Esses equipamentos podem ser aplicados nas áreas que possuem maiores circulação de pessoas, como elevadores, portaria, e até nas áreas comuns, tudo para conseguir saber se o vírus existe naquele lugar.

O teste nas áreas comuns

Existem dúvidas que preocupam certos tipos de condôminos, principalmente em relação a segurança e os protocolos de higienização e desinfecção dos ambientes. Muitos se perguntam se essas medidas estão sendo eficazes? Ou se estão sendo feitas de forma adequada? Se o trabalho de limpeza está sendo o suficiente para combater o novo coronavírus?

As perguntas são muitas, e as respostas são poucas. Pouco se sabe ainda sobre essa doença, que tem tirado o sossego da população mundial.

Com isso muitas empresas estão criando através da tecnologia equipamentos que tentam solucionar ou combater o vírus. O teste que promete detectar a presença do causador da Covid-19 funciona analisando se existe a necessidade de uma limpeza no ambiente, e assim, evidencia se esta higienização está sendo feita corretamente.

Esse equipamento promete avaliar também se algum fornecedor ou prestador de serviço estava contaminado e contagiou o ambiente, ou algum móvel do condomínio.

Como funciona o teste?

O teste funciona da seguinte forma, primeiro é feita uma coleta, o método utilizado é o swab estéril, exatamente como o teste feito em seres humanos, através de um cotonete específico com haste de plástico e ponta sintética, umedecido em uma solução especial para conseguir remover amostras de RNA nas superfícies ambientais de 25 cm².

O próprio condomínio fica responsável por fazer a coleta, de acordo com as instruções passadas pela empresa, e também com o uso rigoroso das EPI’s, como luvas, máscaras e jalecos, a fim de não interferir no resultado do teste. Após feita a coleta do material, o teste é transferido para uma embalagem específica de transporte e o laudo sai em um prazo de 48 horas depois.

Superfícies que podem ser testadas

O teste promete ter resultado comprovado, e pode ser feito em diversas superfícies dentro do condomínio, tais como:

  • Elevadores
  • Pisos
  • Maçanetas
  • Portarias
  • Corrimões
  • Teclados compartilhados
  • Bordas de mesas
  • Paredes
  • Portas
  • Armários

Não é preciso preparar o ambiente para fazer o teste, e caso a superfície tenha sido higienizada, pode se fazer o teste mesmo assim, pois o resultado não será alterado.

A frequência do teste

Não existe um limite para se fazer o teste nos ambientes. Tudo irá depender da frequência e da circulação de pessoas no condomínio. Ou seja, como o condomínio recebe as pessoas e a quantidade de pessoas que passam por ele.

O que também irá dizer a quantidade necessária de testes, é a questão da higienização dos locais, pois se a desinfecção for feita rigorosamente para combater o novo coronavírus, automaticamente não será necessário fazer tantos testes de detecção da Covid-19.

Uma coisa é certa, com o passar do tempo, muitas novidades surgem no mercado com intuito de melhorar o combate do novo vírus. Vale a pena procurar qual é o equipamento que melhor se adapta a realidade do seu condomínio!

Fonte: Portal Viva o Condomínio

Share this post


WhatsApp chat